• Casa das Muralhas

Ricardo Pires - Um (im)provável Escanção


Apaixonado por vinhos, pela Covilhã e pela Serra da Estrela, são algumas das características que definem Ricardo Pires, natural do Barreiro e licenciado em Ciências do Desporto. Há 2 anos deixou para trás uma carreira ligada aos desportos de inverno, para se dedicar em exclusivo à hotelaria. Conheça um pouco melhor este improvável Escanção, bem como o trabalho desenvolvido a nível vínico na Casa das Muralhas!

Como é que um jovem da Margem Sul do Tejo vem parar à Covilhã?

Cheguei à Covilhã por acaso. O plano que tinha era licenciar-me em Ciências do Desporto em Lisboa. Quando essa ideia não se concretizou acabei por me mudar para a Covilhã para frequentar o mesmo curso na Universidade da Beira Interior. Durante esse período acabei por me apaixonar por esta cidade e pela Serra da Estrela. Entretanto passaram 14 anos e a convicção de continuar a viver na Covilhã mantém-se.

Aos 30 anos, depois de tanto tempo a trabalhar na tua área de formação, não tiveste receio de estar a tomar uma decisão errada?

Como qualquer mudança na nossa vida, há sempre bastante ponderação. Receio não tive, mas ponderei muito. Acabei por chegar à conclusão que precisava de um novo desafio na minha vida e que, sem dúvida, a Casa da Muralhas era o local certo para o fazer. Depois de 2 anos ao serviço desta casa, essa decisão está mais do que validada, dando-me certeza e satisfação na opção que tomei.

Conheces o projecto “Casa das Muralhas” desde o dia 0, a ambição de ter um dos melhores serviços vínicos da Região influenciou a tua decisão?

Sem dúvida que sim. Este foi um dos aspetos que me motivou a aceitar a proposta, juntamente com as outras ambições da marca “Casa das Muralhas”, que no geral passa por proporcionar qualidade de produtos e serviços aos clientes. A possibilidade de trabalhar num projeto que almeja a excelência foi algo que me atraiu de imediato. Os objetivos definidos para os serviços vínicos foram não só aliciantes, mas também desafiantes, que continuam a exigir-me a procura de novas competências e conhecimentos dentro da área.

A tua família está ligada ao comércio de bebidas, achas que isso pode ter influenciado a tua paixão pelo vinho, ou foi algo que foi crescendo com o trabalho?

Foi um pouco dos dois. O interesse já existia antes de começar a trabalhar nesta área. Por outro lado, envolver-me numa atividade em que os vinhos estão inerentes levou-me a olhar esta questão de uma forma mais crítica e exigente, aumentando exponencialmente a minha paixão e interesse pelo universo vínico.


Para quem não sabe o que é um Escanção, podes explicar no que consistem as tuas funções?

As minhas funções como escanção dividem-se principalmente em duas fases. A primeira consiste na prova e seleção de vinhos, de forma a criar uma carta equilibrada com diferentes perfis, preços e variadas regiões vínicas. No meu caso, este trabalho é executado em conjunto com o Escanção Daniel Pires, proprietário da Bago a Bago, localizada na cidade da Guarda, e antigo Escanção do prestigiado Vila Joya. Este trabalho conjunto tem como objetivo disponibilizar vinhos que vão ao encontro das preferências dos clientes, dentro dos diferentes limites de preço, tentando sempre apresentar referências exclusivas e que não estejam disseminadas nas grandes superfícies comerciais. A segunda fase passa pelo aconselhamento direto ao cliente, para que este, dentro das suas pretensões, possa desfrutar de uma harmonização adequada entre a comida e o vinho, ficando a conhecer melhor a sua história, do seu produtor, as suas características e como foi produzido.

Como defines o serviço de vinhos da Casa das Muralhas?

O serviço de vinho da Casa das Muralhas é caracterizado principalmente pela procura da excelência. É um serviço que tem vindo a crescer ao longo do tempo, tanto na questão da execução técnica, como na quantidade e qualidade dos vinhos disponíveis. Neste momento considero-nos como uma referência na região em relação a este aspeto, no entanto o potencial a ser explorado ainda está longe de ser atingido, estando programado um investimento contínuo que permita alcançar os objetivos definidos.

Para este Natal preparaste uma seleção de Packs Vínicos que são excelentes presentes! No que te inspiraste para fazer esta seleção?

Para esta seleção escolhi alguns dos vinhos que mais me surpreenderam ao longo destes 2 anos de Casa das Muralhas. As referências selecionadas são provenientes de diversas regiões do País, sendo todas excelentes representantes das mesmas. Desde a Beira Interior, passando pelo Dão, Douro e Trá-os-montes, estes Packs são presentes perfeitos para surpreender verdadeiros apaixonados por enologia.



livro_reclamacoes_antracite.png
rnt_.png
TDP_Clean&Safe_Logos-_cor.png

©2020 Casa das Muralhas - Covilhã Heritage House - 8236/RNET - Política de Privacidade - Termos e Condições